Casal de fotógrafos faz sucesso retratando casamentos LGBTs

22280978_1957492861159972_1036361528_o.jpg

Luiz Felipe e Catharine viviam uma vida (entediada) de casal. Ele, estudando Física e trabalhando com Eletromecânica; ela, estudando Direito e trabalhando com auditoria. Depois de sete anos juntos, ralando muito e quase sem tempo para curtir um ao outro, precisavam de uma sacudida no relacionamento. Uma coincidência do destino mudou a vida deles: foram demitidos quase que ao mesmo tempo.  Seria uma tragédia na vida de muitos casais, mas para eles foi a redenção. Encontraram um novo rumo, uma nova paixão : a fotografia. E o novo projeto de vida em comum ganhou ainda mais sentido quando encontraram clientes com quem se identificam: eles fazem sucesso fotografando casais LGBTs.

 

"Inspirado na paixão que a Catharine sempre teve na fotografia, sugeri que transformássemos essa paixão em um negócio. Na época foi só uma forma de nos unirmos, mas parece que o universo conspirou a favor desse destino, e fomos demitidos dos nossos empregos praticamente ao mesmo tempo e resolvemos largar tudo e cair de cabeça nessa aventura. Com ajuda de amigos, mesmo com muitas dificuldades fomos conquistando nosso espaço", contou Luiz. 

 

Não foi esta a única decisão que tomaram juntos. Eles começaram a namorar aos 13 anos e, já adultos, abriram a cabeça para novas experiências. Hoje, vivem um relacionamento aberto e bissexual. "Nós começamos a namorar muito cedo, por isso, acabamos não vivendo experiencias normais de adolescência. Há algum tempo atrás. morando juntos, abrimos a relação: saíamos juntos, íamos para a mesma balada, conhecíamos pessoas e depois voltávamos para a casa juntos. E isso acabou trazendo novas experiencias. As coisas só fluíram", recordou Catharine com bom humor

 

O primeiro casal LGBT que os procurou para um ensaio fotografico foram duas mulheres na faixa dos 70 anos. Com o mergulho na cena LGBT, fizeram novas amizades e logo despertaram para um ramo que ainda é cercado de preconceito de parte dos profissionais que trabalham com casamentos.  "Víamos a dificuldade dos nossos amigos em conseguir fornecedores pra realizar seu sonho de casar e não entendíamos como muitos  profissionais (não apenas fotógrafos, mas casas de festas, donos de buffets) deixavam claro que não acreditavam em uma das várias formas de amor. E foi um choque percebemos como havia um pré-conceito (não tão velado) no mundo dos casamentos e resolvemos fazer a diferença. Nós amamos fotografar o amor, toda forma de amor", contou Catharine.

 

Veja mais abaixo as fotos de casais LGBTs clicados por Luiz e Catharina

 

A procura aumentou e, com o sucesso, eles conseguiram realizar o sonho de todo ser humano: vivem de fazer o que gostam. Seguem fotografando tanto casais LGBTs quanto héteros. "Entre os casais héteros e o público LGBT existe amor da forma mais pura e sincera e nós amamos fotografar ambos.  Quase todos os clientes do público LGBT se tornaram amigos íntimos, então, quando vamos fotografá-los, existe uma intimidade e uma descontração muito grande, o que faz com que as fotos fluam de forma muito mais natural. As cerimônias falam exclusivamente sobre o amor, então, elas são muito mais emocionantes, sempre rendem muitas lagrimas, inclusive da nossa parte", ela admitiu com alegria. 

 

Quem quiser contratar o serviço fotográfico do casal deve ligar para a Amon Foto e Filme. O telefone de contato é (21)98037-3594.